Rio Beach Rugby 2017

Rio Beach Rugby 2017

No próximo fim de semana, dias 28 e 29 de janeiro, a praia de Copacabana, bem em frente
ao Hotel Copacabana Palace, serão palco de mais uma edição do tradicional Rio Beach Rugby.
Desde 2006, o Rio Rugby F.C. promove o evento que abre o calendário de competições na cidade.
Muitos clubes cariocas e de outros estados já passaram pelas areias da nossa orla e todo
ano voltam para disputar lado a lado pelo título de donos da praia.

O evento além de ser uma grande confraternização entre jogadores e amantes do esporte,
também ajuda na divulgação da modalidade e do próprio rugby. A cada ano, mais e mais
adeptos começam a agregar as fileiras dos times locais e até formar suas próprias
equipes dali. A preparação das nossas equipes já começou nos primeiros treinos deste ano.

No fim de 2016, a Confederação Brasileira de Rugby realizou o Super Desafio BRA, onde
várias equipes do estado puderam jogar antes das seleções convidadas a jogar. Brasil,
Chile e Uruguai entraram em campo, tanto masculino e feminino nesta edição.

Entre a mulheres, o Brasil faturou o terceiro título seguido, vencendo todas as suas adversárias.
Já no masculino a taça foi do Uruguai, que também venceu todos os seus jogos. O Brasil, por sua vez,
acabou em último, sem vitórias.


E o Carioca Rugby estava lá também. Nossa equipe defendeu bravamente nossa camisa
e conseguiu uma boa colocação no quadro geral levando boa parte dos nossos jogadores
para este desafio e conquistando a Taça Prata da competição de clubes.

Convidamos a você, jogador, amante do esporte, amigos e familiares do time ou das
equipes que vão jogar a assistir este belo fim de semana de jogos numa das praias
mais famosas do Brasil. Os primeiros jogos começam às nove da manhã e vão até o fim
do dia. Você pode fazer parte desta festa fazendo ela ficar mais alegre incentivando
os jogadores em campo.

Nossos sentimentos ao jogador Lucas Allvee’z

Nossos sentimentos ao jogador Lucas Allvee’z

Lucas Allvee’z foi jogador do Rio Rugby, Seleção Fluminense e também atuou na Seleção Brasileira de base. Perdemos um talento para esta vida, para o esporte. O Carioca Rugby quer prestar nossa solidariedade aos amigos e familiares do jogador.

Este foi um video feito pela World Rugby sobre o trabalho feito aqui na região e um dos protagonistas dele é justamente o Lucas.

Descanse em paz.

Informe: Assembléia Carioca Rugby F.C.

De acordo com o artigo 21 do Estatuto do Carioca Rugby F.C. e na posição de presidente executivo gostaria de convocar a todos para a assembleia ordinária anual do clube, com a seguinte pauta:

-Avaliação e ajuste do estatuto atual
-Apresentação das contas de 2016
-Apresentação do orçamento de 2017
-Eleição da diretoria para o mandato de 2017/2018
-Assuntos gerais.

A Assembleia será efetuada no dia 14/01, às 14:00 no campo de Atletismo da UFRJ, na Ilha do Fundão, mesmo local do nosso treino semanal.

Ian Knox
Presidente Carioca Rugby F.C.

VOTE NA LÚCIA

votenaluisa-caraiocarugby-apoio-brasil_rugby

Começou a algumas semanas atrás a campanha nacional para que o representante dos atletas
no conselho de administração da CBRU seja uma mulher. O Carioca Rugby apoia a candidatura
da Lúcia Beatriz A. Ferreira, fundadora do Charrua Feminino (2002) e atleta
da Seleção Brasileira (2005/2008/2009/2010 e 2011).

Para que ela possa levar os desafios do rugby feminino para dentro do conselho da CBRU,
precisamos da mobilização para elegê-la representante da categoria feminina na CBRU.
Você, atleta de rugby, pode nos ajudar! É só participar da votação que acontecerá
dia 23/09, de 9:00 da manhã as 18:00 dentro do site do CNRU em 
brasilrugby.com.br/cnru/.

Você também pode compartilhar este post no seu perfil. Quanto mais atletas
participando mais chances a Lúcia tem. Saiba como você pode votar e todas
as informações deste pleito em https://ww2.brasilrugby.com.br
#VotenaLucia
#mulheresnorugby
#mulheresnaCBRU

A importância da participação dos atletas nas atividades do clube

carioca

Contamos hoje com cerca de 80 atletas no Carioca Rugby FC, incluindo nossos times feminino e juvenil.

Apesar de parecer um número grande de pessoas, a percepção da imagem do time, assim como o nível de engajamento dos atletas é baixíssimo. Temos que mudar essa impressão e mostrar que o Carioca não é uma ‘pelada’ de final de semana.

A partir do momento que decidimos ser um clube e fazer parte dele, precisamos também agir como um.

Importância

IMG_7161

A participação dos atletas nas atividades e eventos do clube fora do ambiente de jogo e treino é importantíssima.

Em todos os âmbitos, online e offline, precisamos mostrar que nossos atletas são ativos com o clube e a comunidade do Rugby, assim como pregamos nos valores do esporte.

O resultado dentro de campo ajuda a fazer o time crescer, mas para complementar isso, precisamos aparecer.

Comunicação Interna 02-16.004

Comunicação Interna 02-16.005

Comunicação Interna 02-16.006 Comunicação Interna 02-16.007

Comunicação Interna 02-16.008

Comunicação Interna 02-16.009

Comunicação Interna 02-16.010

 

Resultados

IMG_7081

Com o crescimento da visibilidade do time, tanto para não praticantes, quanto para atletas e a comunidade do esporte, nosso desafio de conseguir um patrocínio que supra o custo das atividades do clube (torneios, viagens) e ajude a remunerar possíveis futuros colaboradores, além de agregar valor perceptivo à marca e imagem do clube, trazer mais atletas e interessados, torcedores…

Desafios

uniforme novo 2

Hoje, com poucos recursos, temos que nos esforçar para fazer o máximo com o mínimo possível. Esses são nossas principais dificuldades:

  • Pouca participação nas redes sociais;
  • Ausência do time no Terceiro Tempo e confraternizações com a comunidade;
  • Falta de aproximação de familiares e amigos;
  • Poucos atletas participando das ações do clube;
  • Inadimplência e falta de comprometimento com o clube.

Objetivos

 uniforme novo

Nosso esforço é para aumentar os indicativos de desempenho, principalmente, nos seguintes quesitos:

  • Aumentar o alcance nas redes sociais;
  • Participação dos atletas e agregados nos eventos;
  • Número de espectadores nos nossos jogos;
  • Aumento do quadro de atletas.

Conclusão

DSCF2911

Todos os atletas podem e devem interagir com a equipe de Marketing, dando sugestões e  feedbacks, principalmente, apoiando o time, dentro e fora de campo.
Juntos vamos trabalhar, lutar e crescer.

CA RI O CA!

20160221113913

MANDELA DAY: ANIVERSÁRIO DE NELSON MANDELA

MANDELA DAY: ANIVERSÁRIO DE NELSON MANDELA

O Mandela Day é comemorado em 18 de julho, data do seu aniversário. O líder sul-africano Nelson Mandela, morto em 2013, aos 95 anos é lembrado por todo seu trabalho pelo povo sul africano e uma trajetória de vida que poucos líderes mundiais conseguiram acumular.


Nelson Mandela esteve preso durante 27 anos por lutar contra o sistema de segregação racial oficial da África do Sul, o“Apartheid”, que cometia graves violações aos direitos humanos e discriminação contra negros, maioria da população sul-africana. Após sair da prisão, em 1990, e com o fim do “apartheid”, em 1994, Mandela foi eleito presidente da República e defendeu a reconciliação nacional.

Em junho de 1995, a África do Sul comemorava o seu primeiro título de campeã da Copa do Mundo de Rugby, mas não apenas isso. A partida contra a seleção da Nova Zelândia foi responsável por unir a nação que esteve oficialmente dividida pelo apartheid (regime de segregação em vigência de 1948 a 1994).

O rugby, esporte do colonizador, rejeitado pela maioria negra, foi usado como elo para conectar os dois “países”. Um ano após ser eleito, Nelson Mandela, o primeiro presidente não-branco da África do Sul, convenceu os negros a torcerem em nome do futuro do país.1995-MANDELA-rugby-world-cup3-train

Nelson Mandela chegou a acompanhar alguns treinos da seleção indo pessoalmente parabenizar todos os jogadores pelo trabalho que estavam fazendo pelo seu país.

A Nova Zelândia foi derrotada pelos Springboks em um momento histórico para o país. Todo esforço que a seleção sul africana fez durante a copa, bem como a vitória sobre os All Blacks na final, ajudou a unir brancos e negros em uma única nação. Com o pedido de Mandela, negros que ainda viam o esporte como um símbolo do Apartheid, torceram pela conquista de um título que não seria apenas dos brancos, mas de todos os sul-africanos.

1995-MANDELA-rugby-world-cup2
Cerca de 62 mil torcedores lotaram o Ellis Park em Joanesburgo. A camisa dos Boks representou toda uma nação onde brancos cantaram na língua dos negros o hino nacional, Nkosi Sikeleli iAfrica – hino nacional em 5 idiomas e Shosholoza, uma canção que simboliza a esperança originalmente cantada pelos negros dentro das minas.
– François, obrigado pelo o que você fez pelo nosso país – disse Nelson Mandela, ao capitão da equipe, François Pienaar.
– Obrigado você, presidente, por todo o seu trabalho. Pela primeira vez, todas as pessoas vieram juntas, independetemente de suas raças, religiões e se abraçaram. Isso foi maravilhoso!

Separamos aqui a partida desta final entre uma das maiores potências do rugby mundial e uma nação que lutava não só para defender a liberdade, mas uma equipe que procurava também seu lugar entre as maiores equipes de rugby no mundo. Assita aqui a final entre Nova Zelândia e África do Sul na Copa de 1995.

RIFA CARIOCA & TIJUCA

RIFA CARIOCA & TIJUCA

Victor Matfield é jogador sulafricano de Rugby Union e atual capitão dos Springbooks, seleção de Rugby da África do Sul. Nossas equipes masculina e feminina correram a rifa da camisa autografada e saiu o resultado pela loteria, no último dia 27 de julho. Venceu a rifa de número 808, conforme resultado abaixo.
resultado_rifa_caraioca_tijuca (2)
Toda renda arrecadada será destinada às despesas nas competições, treinos e despesas dos clubes Tijuca e Carioca Rugby.

Parabéns às equipes pelo empenho.
resultado_rifa_caraioca_tijuca (0)